Paripe.net

Corpo de Bombeiros alerta sobre riscos de soltar fogos

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva
Imagem Responsiva
Imagem Responsiva

Os fogos de artifício fazem parte das comemorações juninas, dos traques de massa aos rojões, mas o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) alerta para os cuidados com o manuseio dos materiais. Os artefatos são distribuídos de acordo com o público, devem ter o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e precisam ser adquiridos em locais certificados pelo CBMBA.

Existem as categorias A e B, que são para crianças e adolescentes, e as C e D, apenas para maiores de 18 anos. É imprescindível que as normas de utilização sejam seguidas, assim como as orientações dos fabricantes e a validade dos materiais. O CBMBA alerta ainda que, mesmo dentro da faixa etária apropriada para usar o artefato, as crianças devem sempre ser supervisionadas por um adulto.

Alguns tipos de fogos não podem ser comercializados no varejo e devem ser vendidos a caixa fechada, contendo as instruções de uso. Outro destaque para que os acidentes sejam evitados é soltar os artefatos em locais apropriados, sem aglomeração de pessoas, nem próximo de árvores ou fiações elétricas, dessa forma o artefato consegue subir com segurança.

Acidentes

No caso de queimaduras, deve-se lavar bem o local com água corrente e em temperatura ambiente. Caso tenha uma grande extensão, o ferido deve ser levado para a unidade de saúde mais próxima. É importante que as pessoas não usem as receitas caseiras, como passar manteiga, borra de café ou pasta de dente, pois podem agravar a situação.

As bolhas causadas pela queimadura também não devem ser estouradas, pois elas hidratam a área afetada e são uma proteção contra bactérias, já que sem elas, a lesão pode ficar exposta.

Dicas de segurança

I: Não solte balões. É crime. A tradição de soltar balões pode provocar morte e destruição. Após ganhar os céus, os balões fogem do controle, podendo atingir residências, industriais, hospitais, flora e fauna etc.

II: Solte fogos apenas em locais seguros. Não solte fogos em meio às pessoas, próximo a veículos, próximo às barracas de fogos ou aos postos de gasolina.

III: Não pule sobre fogueiras. Esse costume pode lhe custar a saúde ou até mesmo a vida e acabar com a alegria dos festejos juninos para toda a família.

IV: Não acenda fogueira em baixo da rede elétrica e nem jogando líquidos inflamáveis. Caso seja extremamente necessário, prepare uma pequena lata com um pedaço de estopa ou tecido embebido com combustível, dessa forma a ignição da fogueira se dá a partir de uma queima controlada.

V: Mantenha-se ainda mais vigilante em relação às crianças, elas não têm noção do perigo. Não dê fogos às crianças e monitore-as mesmo quando usarem apenas os traques de massa. Não permita que brinquem próximo a barracas de fogos ou fogueiras.

VI: Em caso de queimaduras, procure lavar o local atingido com água corrente em temperatura ambiente, até que a área queimada seja resfriada. Caso haja a necessidade de cobrir o ferimento a caminho do serviço de saúde, o indicado é envolvê-lo num pedaço de pano limpo. Não use qualquer produto que não o indicado por médico após o atendimento.

VII: Se precisar, ligue o número de emergência do Corpo de Bombeiros (193), passando informações claras sobre o tipo de ocorrência.

Imagem Responsiva










Imagem Responsiva