Paripe.net

Trens do Subúrbio Ferroviário deixam de circular após paralisação de vigilantes

Imagem Responsiva


| |

Trens do Subúrbio Ferroviário deixam de circular após paralisação de vigilantes
Foto: Reprodução | Paripe.net

A circulação do sistema de trens do Subúrbio Ferroviário foi interrompida ao longo desta sexta-feira (15) por conta de uma paralisação de vigilantes terceirizados que fazem a segurança do local. A informação foi confirmada por meio de nota pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Sedur).


De acordo com a pasta, os vigilantes são funcionários da empresa Dínamo Vigilância Ltda. Eles reivindicam o pagamento de salários atrasados. Ainda em nota, a Sedur informou que a Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) "está em dia com suas obrigações junto a Dínamo e que nunca atrasou o repasse à terceirizada, recriminando qualquer prática ilegal e de desrespeito aos trabalhadores". 


Segundo Almir do Nascimento, diretor do Sindicato dos Vigilantes da Bahia (Sindivigilantes), os vigilantes que trabalham fazendo a vigilância dos trens do Subúrbio Ferroviário estão com os salários de dezembro atrasados. 


"A empresa tinha nos dado o prazo de pagar até quarta, o que não aconteceu. Os atrasos nos salários estão sendo recorrentes. Iremos manter a paralisação até que a empresa regularize a situação e efetue os pagamentos pendentes", disse. 


Procurada pelo CORREIO, nenhum representante da empresa Dínamo foi localizado para comentar o caso e também não respondeu aos e-mails enviados pela reportagem. 


Por conta das reivindicações, o funcionamento dos trens foi suspenso ao longo do dia. A Sedur também informou que “aguarda que a Dínamo resolva imediatamente a situação para que o sistema retorne a sua operação normal”.


De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), não ocorrerá ampliação da frota dos ônibus que fazem linha pelo Subúrbio Ferroviário. 

Imagem Responsiva









Imagem Responsiva