Paripe.net

Subúrbio entra no Mapa de Turismo da Bahia

Imagem Responsiva


A partir de hoje o Subúrbio Ferroviário de Salvador faz parte da rota turística da cidade. A Secretaria de Turismo da Bahia atendeu ao pedido do deputado federal Bacelar (PV) que classifica o local como um “verdadeiro tesouro nacional”.  

O anúncio foi feito pelo secretário de turismo, Maurício Bacellar, na manhã desta sexta-feira (13) durante uma cerimônia realizada no Parque São Bartolomeu, em Pirajá, e contou com a presença do deputado Bacelar e da secretária de cultura do estado Arany Santana.

A apresentação da orquestra de berimbaus Oba DX comandada  do pelo  Dainho Xequere emocionou quem esteve presente. Além do secretário de turismo e de Bacelar, o evento contou com a presença de autoridades locais, empresários do setor e da população.  

Banhado pela Baía de Todos-os-Santos, o Subúrbio tem 18km de praias e abrange 15 bairros (3 ilhas). Suas belezas naturais e o grande valor histórico-cultural ainda são pouco explorados.  

Na avaliação de Bacelar, inserir a região no Mapa Turístico da Bahia vai ajudar a promover o destino, atrair mais visitantes e gerar emprego e renda para a população local. “Apesar de não fazer parte do roteiro turístico tradicional, o Subúrbio Ferroviário merece ser visitado pelas suas belas praias e que desconhecidas pela população da própria cidade” afirmou.
   
História 

Além das praias, as construções e locais históricos também merecem destaque.  As igrejas de Santa Dulce dos Pobres, São Bartolomeu, São Thomé de Paripe e de Nossa Senhora de Escada, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Há também o parque São Bartolomeu, famoso pelas cachoeiras e pela área verde da Mata Atlântica, que foi esconderijo de quilombos e palco de batalhas pela independência da Bahia.  

Curiosidade 

No século 17, o Subúrbio serviu como ponto de resistência às invasões holandesas e, em 1930, no bairro do Lobato, foi achado o primeiro poço de petróleo do Brasil.