Paripe.net

Subúrbio 360 completa um ano com mais de 50 mil pessoas atendidas

Imagem Responsiva


Em janeiro de 2018, ou seja, há um ano, a Prefeitura dava um presente precioso para os 400 mil habitantes de uma das regiões mais carentes de Salvador: o Subúrbio 360. Maior equipamento educacional e multiuso já inaugurado na cidade, o espaço já disponibilizou, em média, 45 tipos de atividades artísticas, culturais, educativas, esportivas e profissionalizantes. As ações alcançaram, até o momento, cerca de 50.160 pessoas de diversas faixas etárias: crianças, adolescentes, jovens e adultos.

Gerido pela Secretaria Municipal de Educação (Smed), o Subúrbio 360 está situado em uma área de 10 mil m². O equipamento é dividido em cinco módulos. O Módulo 1 engloba o setor administrativo, térreo e primeiro andar. O Módulo 2 dispõe de duas quadras poliesportivas e quatro salas de atividades esportivas.

O Módulo 3 reúne o estúdio de rádio, quatro espaços de aprendizagem formal, experimentação artística, científica e de jogos. Já o Módulo 4 dispõe de refeitório, cozinha profissionalizante e área de circulação. Por fim, no Módulo 5 está instalado o anfiteatro da unidade, com capacidade para 400 pessoas.

Dinâmica – Os estudantes da rede municipal estudam em um turno em uma escola do Ensino Fundamental da região. No contraturno, seguem para o Subúrbio 360, onde têm acesso às atividades da Escolab – aprendizagem formal, experimentação artística, científica e jogos de raciocínio lógico e de linguagem – e aos demais espaços do equipamento, como anfiteatro e salas de esportes.

Quem estuda pela manhã, por exemplo, chega ao Subúrbio 360 no início da tarde, onde tem direito a almoço, lanche e banho. O mesmo ocorre para quem estuda pela tarde, só que no turno oposto. Atualmente, o local atende estudantes de 17 escolas da região.

Além dos alunos, os pais, responsáveis e demais pessoas da comunidade são beneficiados com cursos profissionalizantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) – até o momento já foram realizados 21 cursos. Eles também têm acesso a atividades artísticas, culturais e esportivas como dança, aula de canto e coral, capoeira, teatro, voleibol, futsal, Jiu Jitsu, caratê, funcional e torneios de futebol.

Os vários cursos do Senai, em parceria com a Secretaria Municipal de Políticas Para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), têm ajudado diversas pessoas a empreender ou a garantir uma renda extra, em casa. No local, já houve turmas de Panificação Básica, Pães Especiais: Massa Doce, Pães Especiais: Massa Salgada, Produção de Salgados e Folhados e Confeitaria Básica. Até o momento, 583 certificações dos cursos já foram entregues.

Boca de Brasa - A estrutura abriga também o Espaço Cultural Boca de Brasa do Subúrbio 360, primeiro local físico construído pela Prefeitura para as atividades artísticas e culturais do projeto Boca de Brasa, administrado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM). No Local, são desenvolvidas oficinas como as de audiovisual, teatro, artes urbanas, escrita criativa e agentes culturais. Ao final das oficinas, exposições dão uma mostra do que os alunos aprenderam durante as aulas.

De março a junho, as oficinas, exposições e apresentações realizadas no Subúrbio 360 contaram com a participação de 21.965 pessoas. A atividade mais recente na instituição foi o Festival Boca de Brasa – Origem e Conectividade, realizado no dia 15 de dezembro, e que foi abrilhantado com a participação especial da cantora Margareth Menezes.

Saúde – Até o final deste mês um novo espaço a ser inaugurado no Subúrbio 360 fará total diferença na vida de jovens com deficiência física ou mental. Trata-se do Centro Especial de Reabilitação (CER), especializado no atendimento de jovens com sequelas de traumas, que será gerido pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e terá capacidade para atender 400 pacientes por mês.

Os pacientes receberão acompanhamento de profissionais de fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia, fonoaudiologia, serviço social, enfermagem, neurologia, ortopedia, psiquiatria e gastroenterologia. O local será adaptado e contará com estrutura adequada ao atendimento de pessoas com deficiência intelectual leve, moderada e Transtornos do Espectro Autista, ampliando, em qualidade e quantidade, os atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) na capital baiana.

Com parceria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o CER fará dispensação de órtese e prótese, cadeiras de rodas para crianças e adultos, cadeira de banho, bengalas, coletes, muletas e bolsa de colostomia (coletora de fezes).