Paripe.net

Sindimed afirma que atendimento é restrito no Hospital do Subúrbio

Imagem Responsiva


Sindimed afirma que atendimento é restrito no Hospital do Subúrbio
Foto: Reprodução

Questionado sobre a situação de superlotação do Hospital Roberto Santos, o médico Francisco Magalhães, presidente do Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed), afirmou que está acontecendo o mesmo com o Hospital do Subúrbio, em Salvador.


"O Hospital do Subúrbio, independente de se dizer que é um hospital com padrão diferenciado, ele se restringe a certos atendimentos. Ele precisa ser um hospital que tenha as porta abertas e quem chegar lá tem que ter um acolhimento e isso não aconte há um certo tempo", disse durante entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (21).

Francisco Magalhães ainda relaciona a crise econômica do país com o cenário da saúde local. "O que temos visto com essa crise é que os hospitais credenciados se restringiram nos atendimentos, mas não sei dizer porque. Muitas dessas unidades conveniadas têm feito restrições de atendimento e o paciente acaba pagando por isso", comentou.

Imagem Responsiva









Imagem Responsiva