Paripe.net

Rui Costa fala sobre estado dos trens de Salvador e rebate críticas ao valor da passagem

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


O governador da Bahia, Rui Costa (PT), comentou sobre o sucateamento do sistema de trens de Salvador. Em entrevista coletiva, o petista admitiu que o sistema precisa ser melhorado e ainda rebateu críticas sobre o valor da passagem atual, de R$ 0,50, e do futuro Veículo Leve de Transporte (VLT) que irá circular no Subúrbio custando R$ 3,70, mesmo valor do metrô.

“O transporte vai mudar, esse modelo de transporte está obsoleto, superado, sucateado, não há condição de manter esse transporte funcionando. […] Só estamos prorrogando, remendando, soldando peça, pra aguentar mais alguns dias”, disse.

“Só está esse preço porque não tem qualidade nenhuma do serviço; o serviço é péssimo. Só sobrevive porque estávamos esperando concluir, construir um novo. Não se podia cobrar um preço por um serviço tão ruim como esse. Mas pessoas que necessitam tem em todas as cidades, não tem só naquela região. Tem gente que não consegue pagar e tem gente andando a pé. Agora, isso ocorre aqui, no país inteiro, que, infelizmente, temos gente de baixa renda, que não consegue pagar transporte, por isso vai a pé”, completou.

Uma pesquisa realizada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), na última quinta-feira (05), mostrou que a maior parte dos usuários dos trens não tem condições financeiras de arcar com as passagens de ônibus, que atualmente é de R$ 4.

A situação foi notada quando o sistema ferroviário para de funcionar, por causa das obras do VLT. Por conta disso, o MP pediu na Justiça, por meio de uma ação, para que o serviço não pare de funcionar até que os usuários do transporte tenham outra solução.

Ainda conforme a pesquisa do MP, quase metade dos passageiros dos trens ganha cerca de R$ 284 por mês e 67% deles utilizam os trens por causa do valor da passagem.