Paripe.net

Quadrilhas juninas vão se apresentar na Praça da Revolução, no subúrbio

Imagem Responsiva


Praça da Revolução em Periperi
Foto: Elton Stress | Paripe.net

Organizado pela Federação Baiana de Quadrilhas (Febaq) e patrocinado pela Bahiatursa, o Campeonato Estadual de Quadrilhas terá um novo endereço este ano. O concurso, que sempre era realizado na Praça Municipal de Salvador, vai acontecer este ano na Praça da Revolução, no subúrbio Ferroviário de Periperi, de 11 a 14 de junho.

 
“Com o advento da Copa do Mundo este ano, a Prefeitura Municipal não licenciou o espaço, então tivemos que buscar uma alternativa, que foi a realização do evento no subúrbio, onde também será realizada a festa junina, com a mesma estrutura”, afirmou o diretor de Serviços Turísticos da Bahiatursa, Weslen Moreira. 


Uma grande tenda será montada no local, com arquibancada e área exclusiva para os quadrilheiros. Além disso, dois telões vão integrar a estrutura para acompanhamento das apresentações das quadrilhas e exibição dos jogos da Copa do Mundo. 


Segundo o presidente da Empresa de Turismo da Bahia, Diogo Medrado, a estratégia da Bahiatursa é trabalhar o São João como um produto turístico. “Tradicionalmente, o Carnaval era visto como a nossa principal festa. Mas, a partir de um olhar diversificado, nós percebemos o potencial das festas juninas, uma vez que a cadeia produtiva do São João é infinitamente maior do que a do Carnaval. E as apresentações das quadrilhas são um dos elementos mais bonitos e atraentes das festas juninas”, enfatizou.


O presidente da Federação Baiana de Quadrilhas, Carlos Brito, conta que a intenção é tornar o evento itinerante e que este ano 30 quadrilhas vão concorrer na categoria adulto, 6 na categoria mirim e 4 representando a melhor idade. Brito ainda destaca o papel social das agremiações, não somente durante o período do São João. “São entidades que trabalham durante o ano todo, contribuindo para que os jovens de suas comunidades participem de atividades socioculturais e conheçam mais sobre a nossa cultura”, disse.


A quadrilha mirim Forró do Luar é um exemplo dessa iniciativa. A partir da Associação Beneficente e Cultural da Baixa do Petróleo, mães de crianças da comunidade de Massaranduba se reuniram para dar continuidade ao projeto que já tem mais de 50 anos. A presidente da associação, Ana Maria Souza Franco, explica que o grupo desenvolve atividades diversas, como time de futebol, bloco infantil, dança, teatro e projetos de datas comemorativas. “O objetivo é envolver as crianças em projetos culturais e incentivar a educação, para ocupar a mente desses jovens e não deixar que as dificuldades prejudiquem o futuro deles”, ressalta. 


Segundo Ana Maria, as crianças não precisam gastar dinheiro com os materiais, que são oferecidos pela instituição. Para manter o projeto, o grupo conta com a colaboração de pessoas da comunidade e a realização de bazar e rifas. A quadrilha participa pela 1a vez do concurso e este ano vai apresentar o tema “Um Amor Caipira”, que fará uma homenagem a Luiz Gonzaga.

Fonte: Tribuna da Bahia

Imagem Responsiva










Imagem Responsiva