Paripe.net

Programas Agente da Educação e Agente de Empreendedorismo promovem ação conjunta

Imagem Responsiva


Uma ação coletiva e de impacto social inundará as regionais do Centro, Orla, Cidade Baixa, Liberdade, Subúrbio I, Subúrbio II, Cabula, Itapuã, Cajazeiras, Pirajá e São Caetano nesta quinta-feira (28), a partir das 9h. Trata-se da divulgação do programa Agente de Empreendedorismo e o compartilhamento de resultados do Agente da Educação, ambos desenvolvidos pelo Parque Social em parceria com a Prefeitura.

"Serão 90 agentes de empreendedorismo nas ruas. A expectativa é conversar com mais de 1.500 empreendedores ou potenciais empreendedores para que eles saibam que agora podem contar com um programa que irá apoiar o desenvolvimento do seu negócio. E, para aqueles que apenas tem uma ideia, e que não sabem por onde começar, vamos explicar como eles também podem ser beneficiados", explica a coordenadora do programa Agente de Empreendedorismo, Maiana Brandão.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), em 2015, 42% da população ativa soteropolitana está ocupada na economia informal. "Essas pessoas são exatamente aquelas que tem pouquíssimas oportunidades de se desenvolver por falta de apoio, e o programa vem exatamente para suprir essa lacuna e apresentar novas oportunidades, levando o crescimento socioeconômico para as comunidades participantes", esclarece Maiana.

O programa Agente de Empreendedorismo está presente em 79 escolas, 10 Prefeituras-Bairro e na sede do SIMM e tem como propósito fomentar o desenvolvimento socioeconômico por meio de estímulo ao empreendedorismo, apoiando os empreendedores no acesso ao crédito e na aquisição de conhecimentos específicos para que possam desempenhar com maior profissionalismo e autonomia.

O programa contará com a capacitação "Aprendendo a Empreender", promovida pelo Parque Social, e com o suporte do Sebrae, que disponibilizará oficinas e palestras para o público beneficiado, que também terá oportunidade de acesso ao Crediamigo do Banco do Nordeste.

Resultados - Já os Agentes da Educação, que atuam nas 424 escolas da rede municipal, participarão da ação coletiva realizando a prospecção de novos parceiros, além da divulgação dos resultados alcançados desde o início do programa.  De agosto de 2015 a fevereiro de 2019, foram realizados 165 mil acompanhamentos da vida escolar dos alunos, 77 mil regularizações da frequência, 51 mil atendimentos aos pais/alunos e visitas domiciliares, 3 mil parceiros da comunidade e 15 mil ações de integração escola/família/comunidade.

"O programa vem gerando resultados muito significativos para o cenário da educação municipal de Salvador, que vem crescendo muito em termos de reconhecimento pelos investimentos. Prova disso é que conseguimos superar a meta estabelecida pelo Ideb e o programa Agente da Educação só vem contribuindo nesse sentido, de fazer com que Salvador seja reconhecida como a capital da educação", destaca a coordenadora do Agente da Educação, Paula Alves.

Com o propósito contribuir de forma efetiva para uma educação transformadora, inclusiva e de qualidade fortalecendo a escola enquanto espaço de aprendizagem e interatividade, o programa Agente da Educação também auxilia na promoção da melhoria do desempenho escolar, na redução do índice de evasão e a valorização da escola como patrimônio da comunidade.

O estagiário cumpre uma carga horária de 30 horas semanais, distribuídas entre o turno matutino e vespertino, e deve ser residente na comunidade onde vai atuar, para o qual recebe, mensalmente, a bolsa auxílio no valor de R$ 928,00 mais transporte. Para ser um agente da educação é preciso ter idade igual ou superior a 18 anos, estar matriculado em instituição de ensino superior do curso de pedagogia – presencial noturno ou à distância –, cursando entre o segundo e sexto semestre.

" Essa ação casada representa a força da educação e do trabalho como mola propulsora de desenvolvimento", afirma a presidente de honra do Parque Social, Rosário Magalhães.