Paripe.net

Programa Agentes de Empreendedorismo promove ação bairro de Plataforma

Imagem Responsiva


Em mais uma ação de incentivo ao empreendedorismo em comunidades da cidade, desta vez na Praça São Braz, em Plataforma, o programa Agente de Empreendedorismo, juntamente com Crediamigo do Banco do Nordeste, realizou uma feira com empreendedores nesta quinta-feira (11). Na ocasião, diversos produtos foram expostos e um desfile fez parte da programação. 

O Agente de Empreendedorismo é promovido pela Prefeitura em parceria com o Parque Social, através do Negócio POP, iniciativa que integra o programa Salvador 360. Através do programa, estímulo ao empreendedorismo e capacitação se tornam cada vez mais presentes na vida de artesãos, marisqueiras, ambulantes e de outros empreendedores. 

Uma delas é Rosângela Gomes, moradora de Plataforma que há cerca de vinte anos produz almofadas, tapetes e roupas de crochê. "Participar do programa é muito bom para mim porque hoje eu sei como comprar materiais, como expor da melhor maneira e até mesmo procurar o lugar ideal para colocar", relata, mostrando as peças, todas trabalhadas a mão. Rosângela começou a trabalhar como artesã após passar por dificuldades financeiras. "Eu gosto de trabalhar com isso e já tinha facilidade em mexer com artesanato, até pela minha mãe que também já fazia", justifica. 

O programa é realizado nas dez regionais e Plataforma, por exemplo, é uma das localidades enquadradas na Regional Subúrbio 1. Ao todo, 90 agentes de empreendedorismo atuam atendendo em escolas, nas Prefeituras-Bairro e no Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-obra (SIMM). 

Maiana Brandão, coordenadora do programa, diz que a maioria dos empreendedores atendidos pelo programa são ambulantes e mulheres que trabalham em casa e precisam complementar a renda familiar. "O programa atende em sua maioria empreendedores por necessidade, que muitas vezes tem o perfil empreendedor mais não tem a oportunidade de se desenvolver", salienta. 

Segundo ela, os agentes de empreendedorismo apoiam no desenvolvimento do modelo de negócio e realizam diversas ações para levar conhecimento aos empreendedores. "A gente leva oportunidade para os empreendedores se desenvolverem através das capacitações e acesso ao crédito, promovendo uma melhoria na qualidade de vida dos participantes, colaborando, assim, para o desenvolvimento socioeconômico das comunidades que participam da iniciativa".

A capacitação realizada pelo Parque Social dura em torno de dois meses com o objetivo de colaborar para que as pessoas se empoderem e tenham um negócio mais estruturado e atuem com maior profissionalismo. Os interessados poderão se informar no site www.agentesdeempreendendorismo.salvador.ba.gov.br, procurar o agente mais próximo e participar das ações do programa.

Imagem Responsiva










Imagem Responsiva