Paripe.net

Prefeitura mantém operação de fiscalização nas praias neste domingo (24)

Imagem Responsiva


A Guarda Civil Municipal (GCM) dará continuidade, neste domingo (24), à operação de fiscalização no litoral da capital baiana. A ação faz parte do pacote de medidas municipais de preservação à vida e combate à disseminação do novo coronavírus.

A operação ocorrerá de forma conjunta com apoio da Secretaria de Ordem Pública (Semop), Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e da Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar). Ao todo 100 profissionais da Guarda Civil vão efetuar o patrulhamento nas praias orientando os cidadãos quanto à proibição do acesso aos locais neste dia da semana.

Para o inspetor-geral da Guarda Civil Municipal (GCM), Marcelo Silva, é preciso que a população colabore evitando aglomerações, de modo que possamos reduzir cada vez mais os casos de Covid-19. "A gente pede à população que compreenda o momento. É apenas no domingo que as praias estão interditadas para evitar aglomerações. Essa operação não é só da Prefeitura. A ação sempre foi uma parceria com a população e precisamos contar com o apoio de todos", pontuou.

Ainda de acordo com o inspetor-geral, a operação é realizada de forma rotineira mas intensificada no domingo. Em algumas praias, no qual os soteropolitanos têm buscado com maior frequência no dia da proibição, os agentes da guarda também intensificam a atuação durante a operação.

Dias liberados – As praias de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira, Amaralina e Itapuã funcionam de terça-feira a sábado (exceto feriados) e as demais, de segunda-feira a sábado (exceto feriados) e sem restrição de horário.

Em todas as praias, deve ser respeitado o distanciamento de 1,5 m entre as pessoas, durante toda a permanência. O uso da máscara é obrigatório, até mesmo durante a prática de atividades físicas, com exceção das aquáticas, momento em que o distanciamento deverá ser de 2m.

São permitidas atividades físicas individuais ou em duplas, desde que os participantes usem máscara durante a prática. Estão proibidas atividades que geram aglomerações, como piqueniques e luaus. Nos dias em que o acesso é permitido, está liberado o uso de materiais como ombrelones, guarda-sóis, sombreiros e similares dos banhistas (exceto no Porto da Barra) e o comércio ambulante também está autorizado.