Paripe.net

Prefeitura instala novo Ponto Verde em Plataforma

Imagem Responsiva


Pontos de descarte de lixo transformados em espaços verdes, floridos e repletos de mudas de plantas. Esse é objetivo do projeto Ponto Verde, desenvolvido pela Prefeitura através da Empresa de Limpeza Urbana do Salvador (Limpurb). Nesta sexta-feira (18), a partir das 8h30, a iniciativa chegará à Almeida Brandão, no bairro de Plataforma. 

A ação, que visa mudanças de comportamento com relação ao descarte indevido nas comunidades, já foi realizada nas localidades de Santa Cruz, Pirajá, Ondina, Capelinha de São Caetano, Amaralina, Liberdade, Pau da Lima, Praia Grande e São Cristóvão, entre outros bairros da capital baiana. O projeto solucionou o problema de locais que tinham questões críticas com relação ao descarte do lixo, a exemplo da Rua Nova República, na entrada da Santa Cruz. 

Para o presidente da Limpurb, Leonardo Oliveira, o projeto ajuda a estreitar a relação da Limpurb com a comunidade e promove ganhos importantes. "Atuamos esses espaços onde há cultura de despejar resíduos da construção civil, o famoso entulho, e o lixo doméstico, e transformamos em área verde. Fazemos toda a limpeza, conversamos com a população e iniciamos o projeto. A comunidade transforma o espaço junto com nossos agentes. A população se apropria do espaço e vira também agente fiscalizador", frisa. 

Como funciona - Há três anos, a Limpurb visita as comunidades e estudando locais onde os moradores não cumprem o horário da coleta, gerando acúmulo de lixo e entulho e, consequentemente, a formação de um ponto de descarte irregular. Os agentes do órgão contam com apoio da própria comunidade na identificação desses lugares. 

A transformação é iniciada utilizando, inclusive, pneus usados, que são feitos de caqueiros e jardineiras, com terra vegetal e mudas. Também são instalados caqueiros de cimento, meio-fios para requalificação de passeios e até bancos doados pela Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal).