Paripe.net

Prefeitura dá início a projeto de requalificação da Suburbana

Imagem Responsiva


Prefeitura dá início a projeto de requalificação da Suburbana
Foto: Divulgação

A primeira de dez intervenções viárias previstas no projeto de requalificação da Avenida Afrânio Peixoto, também conhecida como Suburbana, já teve início. As obras, de responsabilidade da Transalvador e da Secretaria de Mobilidade (Semob), visam ordenar o trânsito nos 14 quilômetros da via, entre os bairros do Uruguai e de Paripe. Esta primeira etapa, com previsão de término em 90 dias, abrange todo o entorno do Largo do Luso, em Plataforma, e está orçada em aproximadamente R$ 1 milhão. Toda a intervenção, que terá reflexo em diversos bairros ligados à avenida, tem custo estimado em R$ 14 milhões.


Fabrizzio Muller, superintendente, explicou que a Transalvador realizou um estudo de engenharia de tráfego com a motivação de garantir, ao mesmo tempo, ordenamento, fluidez e segurança, aspectos que representam hoje graves problemas, especialmente porque a região da Av. Suburbana é populosa e proporcionalmente a mais perigosa de Salvador se considerados o volume de tráfego versus o número de mortes por acidentes. "A nova Suburbana será mais fluida e segurança”, disse o superintendente da Transalvador.


“A geometria viária precisa ser adequada à dinâmica do local, já que a rotatória do Largo do Luso está saturada por causa da convergência de veículos pesados e leves. Vamos distribuir para outras partes da via este volume de tráfego, na primeira etapa, com a retirada desta rotatória”, acrescentou. Um retorno nas proximidades do Parque São Bartolomeu e outro a um quilômetro e meio de distância, no Posto BR-Petrobras Gameleira, irão comportar o tráfego e beneficiar os dois sentidos da via.  


O projeto - Em médio prazo, serão implantadas faixas de pedestres elevadas a cada 800 metros, fiscalização eletrônica, além dos redutores de velocidade e da ciclovia segredada, com dois metros de largura, que seguirá pelo canteiro central em toda a extensão da Suburbana, possibilitando mais segurança para quem adotar a bicicleta como meio de transporte. As dez intervenções incluem ainda a requalificação completa do asfalto da Suburbana, novas baias de ônibus nos dois sentidos, que comportarão entre cinco e dez coletivos cada simultaneamente.


De acordo com o secretário de Mobilidade, Fábio Mota, as intervenções na via são uma demanda antiga da comunidade que necessita atravessar a Suburbana diariamente, e integram o planejamento estratégico da Prefeitura para solucionar os problemas no trânsito da cidade. "Esta obra impactará profundamente a vida daqueles que utilizam a Suburbana todos os dias. Com isso, vamos estar resolvendo um dos três grandes entraves para a mobilidade em Salvador. Na Avenida Suburbana, ocorrerá da mesma forma e, em breve, a população sentirá a diferença", disse o secretário.

Imagem Responsiva










Imagem Responsiva