Paripe.net

Prefeitura constrói escola de grande porte em Ilha de Maré

Imagem Responsiva


Prefeitura constrói escola de grande porte em Ilha de Maré
Foto: Divulgação

As crianças residentes em Ilha de Maré e adjacências contarão com uma nova unidade de ensino a partir de 2015, com capacidade para atender a 700 alunos por turno. Iniciadas em janeiro, as obras na Escola Municipal Praia Grande englobam padrões modernos de arquitetura e acessibilidade e são promovidas pela Prefeitura do Salvador por meio da Secretaria Municipal da Educação (Smed), com execução da empresa Grautech Construtora Ltda, vencedora da licitação. O investimento é de cerca de R$5 milhões.

 
A nova escola em Ilha de Maré tem uma área total de 9.450 m² e contará com 14 salas de aula, divididas em quatro blocos. O primeiro e quarto abrigarão as salas do Ensino Fundamental 1 (1º ao 5º ano) e do Ensino Fundamental 2 (6º ao 9º ano), respectivamente. No Bloco 2 estarão o refeitório, cantina, depósito de merenda, auditório e lavanderia; e no Bloco 3 estarão localizados o laboratório de informática, sala de artes, sala da secretaria, sala da coordenação, sala dos professores, sala da diretoria e depósito de material didático. A escola também contará com quadra poliesportiva, área de leitura, alojamento dos professores e parque infantil, além de banheiros feminino, masculino e para pessoas com necessidades especiais (PNE) em todos os espaços.

 
Segundo a engenheira responsável pela construção, Eunice Santana, a escola foi projetada pensando na acessibilidade, com rampas de acesso, piso intertravado, portas planejadas para acesso de cadeira de rodas e todas as pessoas com mobilidades reduzidas. A arquitetura é em formato de oca, valorizando as características da localidade, além de uma fachada que possibilitará a visualização de partes internas da estrutura escolar. 

 
O morador José Marcelino Neves, de 54 anos, nascido e criado na comunidade de Praia Grande, comemora. “Essa será a maior riqueza para os moradores, que jamais tiveram uma escola desse porte ou área de lazer. Quadra de esporte, então, nem sonhávamos”.  Já a ex-funcionária da rede municipal Florência Carvalho das Neves acredita que essa escola é de grande importância para as comunidades da Ilha de Maré, principalmente para as crianças que não precisarão acordar cedo e atravessar o mar revolto. “Isso é um sonho de mais de 35 anos”, ressalta.

Imagem Responsiva









Imagem Responsiva