Paripe.net

PPP do Hospital do Subúrbio é finalista em premiação concedida pela ONU



PPP do Hospital do Subúrbio é finalista em premiação concedida pela ONU
Foto: Reprodução

Primeiro hospital do Brasil implantado e operado via Parceria Público-Privada (PPP), único com gestão integral (serviços clínicos e não-clínicos) pelo parceiro privado e referência internacional no setor, o Hospital do Subúrbio (HS), em Salvador, foi selecionado para concorrer ao prêmio United Nations Public Service Awards (UNPSA 2015), a maior premiação da Organização das Ações Unidas (ONU) voltada para o serviço público. 


Encaminhado pela Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz-BA), que abriga a Secretaria Executiva do Programa de Parcerias Público-Privadas do Estado, o projeto, que já está na última fase da seleção, vai passar por avaliação final do Comitê das Nações Unidas de Especialistas em Administração Pública ainda neste mês. O anúncio oficial dos vencedores ocorre em maio.


Este pode ser o quarto prêmio internacional do Hospital do Subúrbio. Em 2012, a unidade foi premiada pela World Finance e KPMG, e pelo Banco Mundial em 2013. “O Hospital do Subúrbio é referência internacional de PPP na área de saúde e por isso, em nossa avaliação, [é] um forte concorrente ao prêmio das Nações Unidas”, avalia o secretário executivo do Programa de Parcerias Público-Privadas do Estado, Rogério Princhak. 


O United Nations Public Service Awards, ou Prêmio do Serviço Público das Nações Unidas, é uma iniciativa do Programa de Administração Pública das Nações Unidas. O prêmio constitui, de acordo com o site do programa, “o mais prestigioso reconhecimento de excelência em serviço público”, e destaca “realizações e contribuições de instituições do serviço público que levam a uma administração pública mais efetiva e responsiva em países ao redor do mundo”. Realizada anualmente, a premiação, ainda segundo o site, promove “o papel, o profissionalismo e a visibilidade do serviço público”. 
 

Alta complexidade


O Hospital do Subúrbio iniciou o atendimento à população, em setembro de 2010, e beneficia cerca de um milhão de habitantes de todo o Subúrbio Ferroviário, além de outras de Salvador e da região metropolitana. A unidade possui 373 leitos e se destina ao atendimento de alta complexidade para crianças e adultos, urgências e emergências clínicas, cirúrgicas e traumato-ortopédicas. Inclui ainda neurocirurgia e endoscopia digestiva, centro de bioimagem com tomógrafo, ultrassonografia e ressonância magnética, entre outros serviços.
 

Outras PPPs na Bahia


O governo baiano tem outras iniciativas de PPP na área de saúde. A mais recente é a Central de Diagnóstico por Imagem (telemedicina), que será inaugurada neste ano, com o objetivo de modernizar o serviço nos hospitais estaduais. Outro contrato nessa área é o do Instituto Couto Maia, em Salvador, hospital especializado no tratamento de doenças infecciosas.


Iniciados em 2007, os contratos de operação via PPP na Bahia incluem também o Emissário Submarino de Jaguaribe, a Arena Fonte Nova e o Metrô Salvador-Lauro de Freitas. Estão em estudo ainda os projetos da Plataforma Logística do São Francisco, de Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos Urbanos, do Sistema Viário do Oeste (Ponte Salvador-Itaparica) e do Centro de Convenções do Estado da Bahia.

Imagem Responsiva









Imagem Responsiva