Paripe.net

Passagem de ônibus vai aumentar para R$ 3 em janeiro

Imagem Responsiva


Passagem de ônibus vai aumentar para R$ 3 em janeiro
Foto: Reprodução | Paripe.net

A passagem de ônibus custará R$ 3, em Salvador, a partir do dia 1º de janeiro. O reajuste já estava previsto, mas a Secretaria de Urbanismo e Transporte (Semut) não tinha informado ainda a nova tarifa. O aumento de 7% passa a valer junto com a mudança no sistema de transporte público da capital, que agora será operado por três consórcios que atuarão em áreas distintas da cidade.


A informação é do secretário de Urbanismo e Transporte, Fábio Mota, que disse ainda que no segundo semestre de 2015 o bilhete único passará a valer por 3 horas ao invés de 2h, como funciona atualmente. No primeiro dia do ano, mudará também a forma de acesso aos ônibus, que passa a ser pela porta dianteira, ao invés da traseira.


Também nesse dia começam a circular na cidade os 700 novos ônibus da frota nova, que deve ser apresentada pelo prefeito ACM Neto na próxima segunda-feira, na Arena Fonte Nova. Outra novidade prevista para o ano novo é que a prefeitura deve abrir um cadastro para que os idosos acima de 65 anos tenham direito a um cartão que lhes permita acessar a catraca e sentar em qualquer assento do veículo, diferente de hoje, quando têm que entrar pela porta da frente.


Mota não deu previsão sobre quando será iniciado o recadastramento, mas disse que o processo de implementação deve durar 90 dias. “A expectativa é dar sequência ao que está em andamento. O cronograma desse ano era de projetos e o do ano que vem será de entregas”, informou o secretário.


Com a licitação do transporte público, no Subúrbio, atuarão ônibus do consórcio Plataforma, controlando 129 linhas. No Centro, atuará a Ótima, com 145 linhas, e, na Orla, a Salvador Norte, com outras 158 linhas. Toda a frota poderá ser identificada por novas cores - amarelo para o consórcio Plataforma, verde para o Ótima e azul para o Salvador Norte.


Entre as exigências da prefeitura para a operação dos consórcios está o reordenamento das linhas, renovação da frota e monitoramento por GPS interligado com central, além de bilhetagem eletrônica plena. Além disso, os novos ônibus deverão ter motorização padrão Euro V, o que reduz a emissão de poluentes. Outra exigência é a ventilação forçada dos novos veículos.

Imagem Responsiva










Imagem Responsiva