Paripe.net

Obras avançam no Subúrbio



Obras no Subúrbio
Foto: Divulgação

A Prefeitura está investindo R$ 10 milhões somente em obras de recapeamento do Subúrbio Ferroviário. A Rua São Luiz, também conhecida como Estrada Velha de Paripe, já foi entregue à população totalmente recuperada e, no momento, as obras avançam na Rua Eduardo Dotto e na Rua das Pedrinhas, localizada em Periperi.
 
Neste último trecho, o trabalho conta a colaboração dos feirantes que deslocaram suas barracas durante dois dias para permitir a execução do serviço. A região do Subúrbio vem sendo ainda beneficiada com outros projetos, como a construção da Unidade de Pronto Atendimento de Paripe, do Mercado Municipal de Periperi e com a requalificação das orlas de Tubarão e São Tomé de Paripe, entre outras intervenções em áreas como limpeza e iluminação pública. 

Também foi iniciada a construção da sede da Prefeitura-Bairro, em Paripe, que vai atender a toda população do Subúrbio, com uma vasta gama de serviços públicos. O sub-prefeito do Subúrbio Ferroviário, Sósthenes Macedo, destaca que a requalificação das vias atendem a antigas reivindicações dos moradores, pois fazem a ligação entre pontos estratégicos da região.

Ele destaca que o diálogo com os moradores tem sido essencial para identificação dos problemas de cada área no apoio a execução dos projetos. Um exemplo foi a necessidade de retirada das bancas de comercialização da feirinha de Peripei para o trabalho de recapeamento asfáltico no local. Em uma reunião realizada na última sexta-feira (4), com a participação dos representantes da Prefeitura e das lideranças do bairro, os feirantes se dispuseram a desocupar a rua, transferindo suas tendas para ruas transversais por dois dias.

“Nós aceitamos porque essa obra é muito importante para nosso bairro. Temos que apoiar tudo o que é para nossa melhoria”, diz o vendedor de flores Carlos Pereira, cuja família já atua há mais 30 anos na feira.  Na opinião da presidente da Associação Unidos de Periperi, Valquíria Souza, a diálogo tem sido a marca do trabalho da atual gestão no Subúrbio.

“Estamos trabalhando aqui há duas décadas e sempre buscamos essa aproximação que nunca houve com a Prefeitura. Agora, temos a oportunidade de discutir com a administração o que queremos para nossa rua, nosso bairro”, afirma a líder comunitária. Valquíria conta que já está articulando uma ação com os comerciantes para resolver a questão do lixo proveniente da feira e vai buscar o apoio da Prefeitura. Segundo ela, o lixo no local tem causado uma série de problemas de saúde para moradores e os próprios comerciantes. Um exemplo foi a morte por leptospirose de dois feirantes, em um curto espaço de tempo. “Essa é um assunto em que pretendemos avançar logo”, diz Valquíria. 

Imagem Responsiva









Imagem Responsiva