Paripe.net

NEOJIBA realiza concerto didático na Escola Municipal de Ilha de Maré



No próximo dia 23 de maio (quarta-feira), às 14h, o concerto didático Viagem aos Limites Planetários desembarca na Escola Municipal de Ilha de Maré, em Praia Grande. 

As apresentações fazem parte das ações do terceiro ano do projeto Orquestra Plástica do NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia). O projeto tem patrocínio da Braskem e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. A iniciativa consiste na implementação de uma tecnologia social para construção de instrumentos musicais a partir de materiais plásticos.

Com texto de Viviane Abreu, a apresentação faz uma reflexão sobre sustentabilidade e o uso dos recursos naturais. O termo limites planetários, presente no título, faz referência aos limites ambientais seguros para que a humanidade possa se desenvolver sem que os impactos causados ao meio ambiente sejam irreversíveis. O musical propõe uma viagem guiada através da música e de teatro por temas como consciência ambiental, sustentabilidade, reciclagem, entre outros.

No repertório, obras da música popular brasileira como Planeta Água, de Guilherme Arantes, Refazenda, de Gilberto Gil, e Lilás, de Djavan. Os arranjos e a direção musical ficam por conta do professor Jamberê, membro fundador do NEOJIBA. O grupo é formado por Cely Venturini, Dâmaris dos Santos, Fabrizio D’andreamatteo Filho e Reinaldo Silva (violinos), Allan Resedá, Karen Silva e Nataly do Vale (violas), Joás Cruz (violoncelo) e Rafael Dias (flauta).

Todos os músicos são ex-integrantes do NEOJIBA, que continuaram suas formações na Escola de Música da UFBA, e multiplicam como professores os valores e os ensinamentos construídos dentro do Programa. Os instrumentos de cordas utilizados foram todos fabricados no Atelier de Lutheria de Plástico do NEOJIBA pelos técnicos e bolsistas do projeto Orquestra Plástica. Nos próximos meses, eles continuam as apresentações do Viagem aos Limites Planetários por outros municípios no interior da Bahia.

Orquestra Plástica

Com o objetivo de desenvolver uma tecnologia social para ampliar o acesso à iniciação musical, o NEOJIBA propôs o projeto Orquestra Plástica. A base da iniciativa é a construção de instrumentos a partir de materiais plásticos e capacita adolescentes e jovens no ofício da lutheria, uma articulação por meio da música dos campos da sustentabilidade e da inclusão socioprodutiva. A equipe que lidera o aprimoramento desta técnica de construção de instrumentos sinfônicos de plástico são os luthiers Andre-Marc Huwyler, David Matos, Alan Jonas e Natan Paes.

Programa NEOJIBA

Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) tem por objetivo promover o desenvolvimento e a integração social, prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletiva. O NEOJIBA beneficia cerca de 6,5 mil crianças, adolescentes e jovens em todo o estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (Justiça Social) e seu diretor fundador é o maestro e pianista Ricardo Castro.

Braskem

Com uma visão de futuro global, orientada para o ser humano, os 8 mil integrantes da Braskem se empenham todos os dias para melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico. É a maior produtora de resinas das Américas, com produção anual de 20 milhões de toneladas, incluindo produtos químicos e petroquímicos básicos, e faturamento de R$ 55 bilhões em 2016. Exporta para Clientes em aproximadamente 100 países e opera 41 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México, esta última em parceria com a mexicana Idesa.

Imagem Responsiva









Imagem Responsiva