Paripe.net

Grafite leva cores e formas para Subúrbio 360 em ação colaborativa

Imagem Responsiva


A arte do grafite invadiu a escola modelo Subúrbio 360, localizada em Coutos, na manhã deste sábado (23), reunindo, em uma ação colaborativa, expoentes da grafitagem em Salvador e a comunidade. A ação foi organizada pelo Espaço Boca de Brasa da escola, que é um projeto da Fundação Gregório de Mattos (FGM).

Envolvendo crianças, jovens e adultos, os grafiteiros deram vida a três paredes brancas localizadas na área interna do equipamento educacional, expressando desenhos que dialogassem com estudantes e frequentadores do espaço. 

Esse mutirão de grafite faz parte da programação do Festival da Cidade, que ocorre em alusão aos 470 anos de Salvador e e prossegue até o dia 31 com 60 atividades artísticas, culturais, esportivas e de lazer em 20 pontos da cidade.

No período da tarde, a ação será realizada no Espaço Cultural Boca de Brasa que fica no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), em Valéria, das 14h às 17h, com os sprays de Lee27.

Edital - Gerente dos espaços culturais da FGM, Chicco Assis explicou que a proposta foi unir em um único evento soteropolitanos interessados em arte e cultura nas suas variadas formas.

"Estamos aqui para lançar mais uma edição do edital do Arte Todo Dia, que é um projeto que tem abarcado muito as iniciativas das comunidades de forma democrática. Aproveitamos essa oportunidade para fazer esse movimento de envolver a comunidade na apropriação das telas que estão espalhadas aqui pelo Subúrbio 360", disse Assis.

Artistas - Um dos artistas convidados para a ação de grafite, Bigod O Sapo explicou que o processo criativo flui de acordo com os anseios de quem habita o local e que os desenhos são feitos envolvendo as temáticas de educação, esportes, tecnologia e elementos ligados aos cursos ofertados como o de panificação. 

"Ontem, vimos as crianças correndo aqui, sentimos um pouco de como a escola funciona e deu para sentir a vibe do lugar. A gente observou quem frequenta e qual o estilo porque eles vão estar aqui todos os dias. São eles que ficarão com a obra. Não adianta fazer uma coisa para uma empresa e esquecer que as pessoas que vão estar aqui", destacou.

Além da arte urbana dando vida as paredes internas na escola, o público ainda desfruta de apresentações musicais da Orquestra de Xequerê, Irmão Carlos e o Catado além de artistas locais. 

Geomantas - Cinco geomantas também receberão a arte do grafite. A iniciativa está inserida na programação do 5º Festival de Graffiti Bahia de Todas as Cores (BTC), que acontece de 28 a 31 deste mês. O evento integra a programação do Festival da Cidade. A abertura será no dia 28, com uma mesa redonda no Acervo da Laje, Casa 2, no final de linha de São João do Cabrito, das 16h às 20h. 

Além das geomantas, o festival, que contará com mais de 100 artistas nacionais e internacionais, tem amplo programa de atividades e eventos de interesse artístico-cultural, que serão realizados em vários espaços públicos da cidade e pela formação do Circuito das Águas de Março de Arte Urbana da Ribeira, com a distribuição de grafiteiros por toda extensão da Avenida Beira Mar. Artistas do Coletivo Vai e Faz e outros de renome produzirão murais.

As cinco geomantas que serão grafitadas ficam no Garcia, no Cabula, em São Rafael, Campinas de Pirajá e Uruguai. Todas, selecionadas pela Defesa Civil de Salvador (Codesal), deverão ter a arte pronta até o dia 30 deste mês. A cidade já teve uma geomanta grafitada, localizada na Rua Pedro Conselheiro Luiz, no Rio Vermelho, no cruzamento da antiga Coca-Cola.

Imagem Responsiva










Imagem Responsiva