Paripe.net

Governo do Estado encerra ciclo de apresentações para as comunidades sobre o VLT, em Paripe



Após dez reuniões com representantes de cerca de 20 comunidades, o Governo do Estado encerrou, nesta terça-feira (22), o ciclo de apresentações para moradores de detalhes do projeto do VLT, que vai ligar o bairro do Comércio, na cidade baixa da Capital, até a Ilha de São João, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. O encontro lotou a área interna do Colégio Almirante Barroso, em Paripe, e teve como publico preferencial, além de moradores do próprio  bairro, residentes de São Luiz.

Ao longo dos encontros, que começaram no dia 2 de outubro, a superintendente de Mobilidade da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Grace Gomes, palestrou para integrantes das comunidades do entorno do projeto, apresentando traçados, detalhes técnicos e questões referentes a desapropriações.

“Foram dez reuniões, onde tivemos a oportunidade de, não apenas apresentar o projeto, mas de esclarecemos todas as dúvidas da população com relação ao próprio equipamento, as áreas de lazer e a urbanização que virá acoplada a implantação desse veículo de mobilidade. E também quanto à remoção das famílias e da empregabilidade que esse projeto vai trazer", disse.

"O saldo das reuniões é extremamente positivo, porque fomos acolhidos de braços abertos pelas comunidades e todas as pessoas, em todos esses encontros, aplaudiram o projeto do Governo do Estado, que está ampliando a mobilidade de Salvador, fazendo com que todas as áreas se comuniquem com um transporte estruturante, moderno, com conforto e segurança”, completou Grace.

O Governo do Estado ainda realizará outras reuniões, desta vez, envolvendo grupos específicos, como pescadores, marisqueiras e quilombolas.

VLT

Com capacidade para transportar confortavelmente cerca de 156 mil usuários por dia, o modal será movido à propulsão elétrica, sem emissão de agentes poluentes que prejudicam o meio ambiente. Rápido, seguro e confortável, o monotrilho será equipado com sistema de ar condicionado e wi-fi.

A Fase 1 compreende 19,2 quilômetros, com 21 estações e vai ligar o bairro do Comércio, na cidade baixa da capital, até a Ilha de São João, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Na fase 2, que liga a região de São Joaquim até o Acesso Norte (integração com o metrô), estão previstas mais cinco estações.