Paripe.net

Gaúcho e italiana vencem o Rei e Rainha do Mar na praia de São Tomé de Paripe

Imagem Responsiva


| |

Gaúcho e italiana vencem o Rei e Rainha do Mar na praia de São Tomé de Paripe
Foto: Betto Jr/CORREIO

Meio segundo foi o suficiente para definir a prova que deu o título de Rei do Mar ao gaúcho Fernando Pontes, campeão na categoria Challenge do Circuito Nacional Rei e Rainha do Mar. Na mesma categoria só que na prova feminina, o título de rainha das águas ficou com a atleta italiana Alice Franco.


Sediado pela primeira vez em Salvador, o evento aconteceu neste domingo (3) na praia de São Tomé de Paripe. Foram 4 km de prova disputados por atletas de elite da natação, que contou ainda com a participação de atletas amadores em provas em águas abertas, corrida na areia, biathlon e stand up. 


No topo da disputa, o gaúcho Fernando Pontes surpreendeu ao alcançar quase o mesmo tempo que argentino Guilhermo Bertola, um dos mais cotados para vencer a prova principal do festival, junto com os baianos Victor Colonesi e Luiz Rogério Arapiraca, que também nadaram pelo título. 


Fernando e Guilhermo dividiram a marca de 48 minutos e 59 segundos, mas a vitória foi decidida em milésimos. “Só tenho o que comemorar agora. Estou contente de poder levar essa vitória em solo baiano para o Rio Grande do Sul. A marola atrapalhou, mas usei a estratégia de dosar a energia para conseguir arrancar no último tiro e vencer”, afirmou Fernando, que levou ainda o terceiro lugar na categoria Sprint (1 km). 


Na prova feminina, a briga acirrada se repetiu. A italiana Alice Franco chegou em primeiro lugar após 51 minutos e 50 segundos de prova, separada por cerca de 30 segundos do tempo da segunda colocada, a peruana Maria Alejandra Bramont.


Depois de 14 segundos, quem chegou ao final da prova foi a nadadora mineira Gabriela Ferreira. “É um evento lindo, onde posso nadar com muitos atletas de elite. Estou muito contente”, comemorou a Rainha do Mar, Alice Franco, após a conquista do título. 


Baianos


Apesar de não estar entre os primeiros colocados, o nadador baiano Luiz Rogério Arapiraca havia vencido as categorias Sprint e Classic (2 km), disputadas antes da categoria principal. A vitória foi dedicada a tia do atleta, que faleceu há uma semana.

 

“A emoção é mais que especial por conta do falecimento de minha tia. São provas onde você tem que ir além do que pode porque o nível é muito alto, mas a gente vai fazer sempre o que puder para chegar na frente”, disse. 


Já o também baiano Victor Colonese foi o terceiro nas categorias Challenge e Classic, além de segundo na Sprint. “Sou baiano, adoro minha terra e é sempre muito gratificante competir aqui”, afirmou. O Circuito Rei e Rainha do Mar acontece há 8 anos.  


O evento é o único representante da América do Sul na World Open Water Swimming Series (WOWSS), série que reúne as 13 melhores competições de águas abertas do mundo. As duas próximas etapas que restam para fechar o circuito serão no Rio de Janeiro. 

 

Imagem Responsiva









Imagem Responsiva