Paripe.net

Escola no Subúrbio incentiva cultivo de hortas sustentáveis em casa

Imagem Responsiva


Com o intuito de promover a educação ambiental, professores da Escola Municipal Dr. Otaviano Pimenta, situada em São Tomé de Paripe (GRE Subúrbio II), criaram o projeto Horta Sustentável. A plantação de hortaliças, legumes e frutas tem como intuito criar o contato dos alunos com a terra e incentivar hábitos alimentares saudáveis.

Com uso de materiais recicláveis como garrafas pets, bacias plásticas e pneus, os alunos escolheram o que queriam plantar e onde, podendo ser em qualquer lugar da área da casa escolhida ou em hortas suspensas. Essa ação envolveu os alunos da Educação Infantil até o 5º ano do Ensino Fundamental.

De acordo com a professora Márcia Mota, uma das idealizadoras do projeto, a Horta Sustentável é uma excelente iniciativa para a construção de hábitos saudáveis, preservação do meio ambiente e reciclagem de materiais que seriam descartados, além de promover uma maior integração entre família, aluno e escola. Márcia é responsável pelas atividades do Atendimento Educacional Especializado (AEE) e levou o projeto a seus alunos.

"Por causa da pandemia pensei em quantas famílias estariam em casa desempregadas com o filho ou filha com deficiência, sem atividades para entretê-los. Então, pensando nisso, resolvemos implementar essa ação de plantio, promovendo também a integração entre pais e filhos e aproveitando para trabalhar a questão do cuidar ao meio ambiente e também da reutilização de materiais recicláveis que seriam descartados, aumentando assim, a quantidade de lixo no planeta", relatou.

Atividades – Através do ensino remoto, os alunos foram orientados nos grupos formados pelo WhatsApp, tendo como administradores os professores de cada série. A professora Rita de Santana Santos fala com orgulho das hortas produzidas pelos alunos e familiares, que não mediram esforços para realizar a atividade.

"Muito gratificante ver a horta dos estudantes prontas, conseguimos conscientizar alguns alunos e suas famílias da importância de reciclar garrafas pets, pneus velhos e latas. É possível plantar alguns alimentos saudáveis em casa. Eu e minhas vizinhas fizemos na minha rua uma horta e ficou muito bom. Cresceu até uma abóbora! Com paciência e dedicação, tudo é possível".

As atividades que foram desenvolvidas consistiram em videoaulas sobre alimentação saudável e sobre materiais recicláveis, videoaulas para o esclarecimento e informações do projeto, orientação sobre a limpeza do local escolhido, organização dos canteiros da horta junto com as famílias, orientação e viabilização de recursos como adubos, sementes e ferramentas necessárias.

Experiência – A dona de casa Jaciara Santos Silva, mãe do aluno Levi Mequeias Santos da Silva, 11, do 3º ano, disse não ter tido dificuldades para fazer a horta com o filho, que tem deficiência. Ela confessa que gostou tanto da experiência que pretende manter o cultivo. "Amei o incentivo dos professores. Eu não tive dificuldades e ainda incentivou bastante meu filho. Eu vou continuar plantando, pois está sendo uma terapia de contato dele com a natureza e uma grande descoberta da criança com a natureza. Ele escolheu plantar várias hortaliças, como hortelã grosso, hortelã fino, boldo e muitas coisas misturadas", disse.

A costureira Ana Paula Barreto Santos, mãe de Pedro Barreto, 8, aluno do 3º ano, também gostou da iniciativa da escola. "Meu filho adorou fazer essa atividade e eu também. Foi muito gratificante ver ele em contato com a terra e a natureza, além de estimular as crianças a respeitarem o meio ambiente", ressaltou.

Durante todo o processo, foi observado o trabalho dos alunos através da participação nas aulas, demonstrações práticas de receitas culinárias envolvendo alimentos plantados na horta, realização de pesquisa sobre organização de horta no domicílio, cuidados e preparação de uma horta, quais alimentos podem ser cultivados em casa, os tipos de solo, clima, alimentos e valor nutricional. Além disso, também foram promovidas oficinas criativas e divertidas para trabalhar cores, sabores, texturas e aromas dos produtos plantados com a participação dos alunos e os familiares.