Paripe.net

Escola em Ilha de Maré ganhará primeira horta comunitária nesta quarta (13)



A primeira hora comunitária de Ilha de Maré será entregue pela Prefeitura, através da Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis), nesta quarta-feira (13), às 14h. O espaço dedicado ao cultivo de frutas, legumes e hortaliças funcionará na Escola Municipal de Ilha de Maré, localizada na Rua da Caeira, s/n, Praia Grande, e receberá os cuidados de alunos e professores da instituição.

Até o final deste ano, o projeto Hortas Urbanas, Escolares e Pomares da Secis pretende implantar mais dez hortas, totalizando 53 equipamentos espalhados pela cidade e ilhas. Atualmente, já são 43, sendo 15 escolares e 28 urbanas – duas dessas acessíveis para deficientes, idosos e crianças, situadas no Imbuí e Jardim das Margaridas.

Transformação – Desde 2016, o projeto vem reforçar a necessidade e importância da participação da população para a construção de uma cidade melhor, cumprindo um papel social e ambiental. As hortas são instaladas em espaços onde, muitas vezes, havia um terreno baldio que acumulava lixo e proporcionava insegurança nas comunidades. As hortas escolares funcionam nas escolas municipais e cumprem também um papel importante na educação de crianças e jovens.

O plantio inclui hortaliças, verduras, frutas e ervas. São comuns a alface, cebolinha, coentro, pimenta, tomate, couve, cenoura, manjericão, hortelã e orégano. Também podem ser encontradas plantas medicinais como erva-cidreira, aroeira, boldo e capim-santo, entre outros. As hortas tornaram-se espaços ecológicos de socialização, dando sentido à vida de muitas pessoas que antes conviviam com a depressão. Além disso, esses ambientes têm fornecido alimentos saudáveis e livres de agrotóxicos à população.

Guia – Para auxiliar os cidadãos a implementar e cuidar de uma horta, foi criado o Guia para Implantação e Gestão de Hortas Urbanas e Escolares, lançado em 2018. O manual reúne dicas técnicas e orientações para planejar, manter e ser bem-sucedido na criação desses espaços. A cartilha ainda ensina como cultivar 46 vegetais, entre hortaliças e frutas, e aponta a época ideal para plantar cada um deles em Salvador. O material pode ser baixado gratuitamente através do site sustentabilidade.salvador.ba.gov.br .