Paripe.net

Documentário MOCAMBO AKOMABU será lançado no Centro Cultural Plataforma

Imagem Responsiva


Documentário “MOCAMBO AKOMABU” será lançado no Centro Cultural Plataforma
Foto: Divulgação

A Comunidade do Alto do Tororó, localizada em São Tomé de Paripe, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, é a personagem principal do documentário “MOCAMBO AKOMABU”, produzido através da parceria do Coletivo de Assessoria Cirandas, Cambuí Produções e a Finisher Studio.O lançamento do documentário acontecerá no dia 21 de novembro, no Centro Cultural Plataforma, a partir das 19 horas e terá uma grande programação com intervenção cultural com capoeira, Mesa de Debate, exibição do documentário “MOCAMBO AKOMABU”, homenagem as mulheres que contribuíram na luta quilombola o Alto Tororó e apresentação musical com o Hino da África do Sul.


O Quilombo do Alto do Tororó possui, como particularidade, a característica de ser uma comunidade tradicional urbana, pesqueira, extrativista e de terreiro. O documentário mescla depoimentos de lideranças comunitárias do Alto do Tororó e de atores políticos da pauta da igualdade racial, com cenas de animação e imagens de cobertura que trazem as particularidades desta Comunidade Quilombola. Inclusive o conflito que a mesma vive com a Marinha do Brasil, que montou a Base Naval na região, na década de 1940, e que desde então não reconhece as comunidades quilombolas vizinhas como donas do território.


O lançamento do documentário “MOCAMBO AKOMABU” finaliza um ciclo de quase cinco anos, desde que o Coletivo de Assessoria Cirandas foi procurado pela Comunidade do Alto do Tororó para fazer um filme sobre a comunidade e sobre a relação territorial que eles vivem.


“Foram quase cinco anos após a primeira conversa no Quilombo do Alto do Tororó, finalmente podemos apresentar com orgulho e felicidade o resultado deste trabalho que envolveu mais de uma dúzia de profissionais do audiovisual, a Comunidade do Alto do Tororó e que foi abrilhantada pela belíssima trilha sonora do querido Tiganá Santana”, destaca o diretor e articulador comunitário, João Paulo Diogo.


Com apoio financeiro do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CPPI), Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Governo do Estado da Bahia, o documentário de 26 minutos, que retrata o cotidiano da Comunidade do Alto do Tororó, também foi contemplado pelo Edital Curta Afirmativo: PROTAGONISMO DA JUVENTUDE NEGRA NA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL, realizado em parceria entre a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República e a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, do Governo Federal.


O projeto do documentário “MOCAMBO AKOMABU” pretende ainda distribuir 1.000 DVDs para escolas públicas, bibliotecas e ONGs baianas, incluindo as organizações quilombolas na Bahia e no Brasil.

Informações IRDEB


Serviço:

O quê: Lançamento do documentário MOCAMBO AKOMABU
Quando: Sexta-feira, 21 de novembro
Onde: Centro Cultural Plataforma
Horário: 19h
Valor: Entrada franca

Imagem Responsiva










Imagem Responsiva