Paripe.net

Distribuição de mudas e solidariedade marcam Dia da Árvore nesta terça (21)

Imagem Responsiva


Nesta terça-feira (21) é comemorado o Dia da Árvore. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Sustentabilidade e Resiliência (Secis), órgão responsável pelo plantio de árvores em Salvador, vai promover a distribuição de mil mudas de espécies da Mata Atlântica em troca de alimentos, que serão destinados a instituições que tratam pessoas com câncer. Batizada de Plante o bem, a ação ocorrerá no Parque da Cidade, das 9h às 16h.

Com o objetivo de lembrar à população sobre uma das mais importantes riquezas naturais que existe na Terra, a árvore, a ação também visa associar a data especial ao sentimento de solidariedade para com o próximo. Por isso, para cada 1kg quilo de alimento entregue na tenda armada na entrada principal do Parque da Cidade, o cidadão receberá uma muda de árvore de espécie da Mata Atlântica, bioma predominante na capital baiana.

Duas instituições receberão os alimentos arrecadados: o Grupo de Apoio a Criança com Câncer (Gacc-BA) e o Instituto Vencendo o Câncer (Ivecan), ambos com sede em Salvador. A finalidade da doação a essas instituições também é de contribuir com a campanha Setembro Verde, que trata de inclusão social, prevenção ao câncer de intestino e doação de órgãos.  A meta é arrecadar 1 tonelada de alimentos até o final do dia.

"O intuito é aproveitar a data e chamar a atenção para esse bem natural tão precioso e que nos traz tantos benefícios que é árvore. Para além disso, assim como as árvores, a nossa vida e a vida do próximo também são bens valiosos. Por isso, esse ano resolvemos realizar o Plante o bem, como uma forma de se solidarizar com o próximo. Uma ação simples, mas como um valor ambiental e humanitário enorme", destaca a titular da Secis, Edna França.   

Plantio – Esse mês também é celebrado, no dia 21, o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência. Por isso, além da distribuição das mudas, um plantio simbólico será realizado no Parque da Cidade, às 9h, por pessoas com deficiência. O intuito é fortalecer a campanha Setembro Verde, criada para promover e debater a inclusão social dessa população.

Legado sustentável – Nesse Dia da Árvore, é possível também celebrar alguns avanços ambientais conquistados para Salvador nos últimos anos. Desde 2013, a Prefeitura, através da Secis e de diversos órgãos, vem implementando políticas públicas que buscam tornar Salvador uma capital mais sustentável e, consequentemente, com mais qualidade de vida para seus cidadãos.
 
Ao longo de oito anos de existência, grandes marcos legais foram alcançados pela Secis. Dentre eles estão a Política Municipal de Meio Ambiente, o Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas de Salvador (PMAMC) e o Plano Diretor de Arborização Urbana (PDAU) – lei que define diretrizes e estratégias de planejamento, implantação, reposição e manutenção da arborização em espaços públicos da cidade.

A criação do Manual Técnico de Arborização Urbana com Espécies Nativas da Mata Atlântica, documento chancelado pela Sociedade Brasileira de Arborização Urbana – SBAU, é outro legado desse período. A publicação pode ser acessada e baixada gratuitamente através do endereço www.sustentabilidade.salvador.ba.gov.br.

A retomada do plantio de árvores e do cuidado paisagístico com a cidade, também se integrou de forma essencial ao cotidiano do soteropolitano. Ruas, praças, largos, vales e avenidas receberam, ao todo, mais de 78 mil árvores, com 95% de espécies sendo do bioma Mata Atlântica. Só na Operação Plantio Chuva 2021, cerca de 3,2 mil árvores ganharam espaço em diversos pontos da cidade.

A requalificação de parques e a criação de novos outros, a exemplo do Parque da Cidade (Itaigara), Parque dos Ventos (Boca do Rio), parques Lagoa do Dinossauros e Lagoa dos Pássaros (Stiep) e Jardim Botânico (São Marcos), reforçam o compromisso do Município de conservar e preservar áreas cheias de biodiversidade e de riqueza ambiental da cidade.