Paripe.net

Dia Nacional de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti é lançado em Paripe

Imagem Responsiva


Dia Nacional de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti é lançado em Paripe
Foto: AGECOM

O Dia Nacional de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti, neste 2 de dezembro, foi lançado oficialmente em Salvador, na Escola Municipal Dr. Otaviano Pimenta, em São Tomé de Paripe. A iniciativa do governo federal, que consiste em ações integradas e simultâneas em todas as capitais do país no intuito de conscientizar a população sobre a importância do engajamento na luta contra o mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya, reuniu representantes das três esferas de governo, Forças Armadas e agentes de combates às endemias. Após a abertura do evento na escola municipal, os participantes visitaram uma casa fechada onde foram encontrados e eliminados focos do aedes.


Representando a Prefeitura de Salvador, o secretário municipal da Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, destacou a importância da mobilização. “Nos últimos anos vínhamos tendo queda no índice de infestação, apesar das ocorrências dos casos de zika. No entanto, o último levantamento revelou um crescimento dos números, de 1,4% para 2,3%, o que nos preocupa muito. Por isso, não podemos descuidar. O esforço de hoje é exatamente chamar a atenção para o que deve ser feito para que voltemos ao indicador anterior ou estejamos ainda melhor, sem risco de epidemia”, afirmou o gestor. 


José Antônio Rodrigues destacou ainda que, além das visitas domiciliares feitas diariamente em toda a cidade, foram intensificados os “mutirões de limpeza” envolvendo outros órgãos da Prefeitura, com destaque para Limpurb. Apenas no mês de novembro, foram retiradas 140 toneladas de materiais inservíveis, propícios para proliferação do mosquito, dentro das casas inspecionadas.


Presente também na abertura do evento, o secretário de Articulação Social da Secretaria de Governo da Presidência da República, Henrique Villa, destacou que é este um esforço que vai muito além da capacidade do poder público em exercer seu protagonismo no combate ao mosquito. “É um esforço conjunto e articulado entre os três governos, mas é fundamental que a população seja parceira, porque ela é definitiva neste esforço. Estamos aqui nesta escola com objetivo principal de, além de conscientizar, formar opinião para que no futuro não seja preciso esforços temáticos porque a população já estará alerta para o combate diário”, concluiu Henrique Villa.


Durante todo o dia serão inspecionadas 441 escolas municipais, 160 unidades de saúde e realizados mutirões de limpeza nos bairro de Pau da Lima Canabrava. A mobilização, que conta com 1.200 agentes de endemias, acontece em parceria com as Forças Armadas atuando na eliminação de focos do aedes aegypti e distribuição de material educativo. 


Os agentes estão executando ainda o projeto "D Olho no Mosquito", que é mais uma iniciativa da Secretaria Municipal da Saúde. O trabalho tem como objetivo dar exemplo de cuidado e responsabilidade com os espaços laborais da Prefeitura Municipal de Salvador, garantindo que as instalações estejam livres de foco do mosquito. Eles estão visitando os órgãos municipais para orientar os servidores e capacitar equipes de higienizadores e segurança para que deem continuidade ao trabalho educativo.


As atividades acontecem ainda nas estações de transbordo, aeroporto, rodoviária, estação de trem da Calçada, Ferry-boate, Elevador Lacerda e shoppings centers.

 

Imagem Responsiva










Imagem Responsiva