Paripe.net

Alunas do CPM Lobato tiram nota mil na redação preparatória para Enem



Alunas do CPM Lobato tiram nota mil na redação preparatória para Enem
Foto: Ascom/Educação

As estudantes Vitória Lorena da Rocha, 18 anos, e Amanda Andrade do Reis, 17, que cursam o 3º ano no Colégio da Polícia Militar (CPM Lobato), em Salvador, tiraram a nota mil na redação da primeira etapa do projeto Enem 100% Redijaê. A iniciativa promovida pela Secretaria da Educação do Estado serve como suporte para os estudantes aperfeiçoarem sua escrita dissertativa para a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado nos próximos dias 5 e 12.


A primeira etapa do Redijaê contou com 3.143 estudantes inscritos, na qual foram submetidas 1.466 redações com o tema ‘Escola sem partido’ ou ‘Tomando partido pela escola: um caminho para a liberdade de expressão’. As redações foram corrigidas por 160 professores e graduandos que participaram de um curso de formação. A segunda etapa teve o mesmo número de estudantes inscritos e 1.034 redações submetidas com o tema ‘Sustentabilidade e os desafios das corporações para a preservação ambiental’. As notas e devolutivas das correções das redações da segunda etapa serão divulgadas nesta quinta-feira (2), no link do ambiente virtual da Plataforma Anísio Teixeira. 


Vitória Lorena afirma que usou todos os artifícios que aprendeu em sala de aula para fazer a redação. “Costumo ler jornais e artigos na internet sobre temas do cotidiano para ter uma base na hora de redigir a redação e expor a minha opinião crítica. Procuro sempre usar citações de filósofos e pensadores para enriquecer o texto e sigo uma linha objetiva a partir da introdução para não perder o foco do tema proposto”.


Amanda dos Reis diz que usou uma frase de Nelson Mandela relacionada ao tema para dar uma dinâmica no texto. “Deixo a introdução da redação com as ideias definidas e vou seguindo o desenvolvimento de todo o texto sem perder o foco nas informações destacadas. Na conclusão, expresso o meu ponto de vista de forma crítica. Uma dica que eu recomendo para os estudantes é procurar sempre usar uma linguagem mais rebuscada, com palavras que enriqueçam o texto. Estou aproveitando os últimos dias para ler sobre temas como transgêneros, meio ambiente, conflitos internacionais, política e corrupção no Brasil”. 


Com o objetivo de estimular outros estudantes da rede estadual a terem um bom desempenho nas redações, as duas alunas redigiram uma carta aberta na qual abordam sobre projetos de vida e técnicas de estudos. “É muito bom poder incentivar outros estudantes a aprimorarem suas redações para atingirem boas notas no Enem e vestibulares”, enfatiza Vitória Lorena. A professora de Redação, Gilnar Couto de Oliveira, ressalta que ler bastante é essencial para a construção de uma boa redação. “A gente só escreve sobre aquilo que conhece e, para isso, o hábito da leitura sobre temas diversos é fundamental”. 

 

Imagem Responsiva









Imagem Responsiva