Paripe.net

Alunas do CPM Lobato tiram nota mil na redação preparatória para Enem

Imagem Responsiva
Imagem Responsiva
Imagem Responsiva


Alunas do CPM Lobato tiram nota mil na redação preparatória para Enem
Foto: Ascom/Educação

As estudantes Vitória Lorena da Rocha, 18 anos, e Amanda Andrade do Reis, 17, que cursam o 3º ano no Colégio da Polícia Militar (CPM Lobato), em Salvador, tiraram a nota mil na redação da primeira etapa do projeto Enem 100% Redijaê. A iniciativa promovida pela Secretaria da Educação do Estado serve como suporte para os estudantes aperfeiçoarem sua escrita dissertativa para a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado nos próximos dias 5 e 12.


A primeira etapa do Redijaê contou com 3.143 estudantes inscritos, na qual foram submetidas 1.466 redações com o tema ‘Escola sem partido’ ou ‘Tomando partido pela escola: um caminho para a liberdade de expressão’. As redações foram corrigidas por 160 professores e graduandos que participaram de um curso de formação. A segunda etapa teve o mesmo número de estudantes inscritos e 1.034 redações submetidas com o tema ‘Sustentabilidade e os desafios das corporações para a preservação ambiental’. As notas e devolutivas das correções das redações da segunda etapa serão divulgadas nesta quinta-feira (2), no link do ambiente virtual da Plataforma Anísio Teixeira. 


Vitória Lorena afirma que usou todos os artifícios que aprendeu em sala de aula para fazer a redação. “Costumo ler jornais e artigos na internet sobre temas do cotidiano para ter uma base na hora de redigir a redação e expor a minha opinião crítica. Procuro sempre usar citações de filósofos e pensadores para enriquecer o texto e sigo uma linha objetiva a partir da introdução para não perder o foco do tema proposto”.


Amanda dos Reis diz que usou uma frase de Nelson Mandela relacionada ao tema para dar uma dinâmica no texto. “Deixo a introdução da redação com as ideias definidas e vou seguindo o desenvolvimento de todo o texto sem perder o foco nas informações destacadas. Na conclusão, expresso o meu ponto de vista de forma crítica. Uma dica que eu recomendo para os estudantes é procurar sempre usar uma linguagem mais rebuscada, com palavras que enriqueçam o texto. Estou aproveitando os últimos dias para ler sobre temas como transgêneros, meio ambiente, conflitos internacionais, política e corrupção no Brasil”. 


Com o objetivo de estimular outros estudantes da rede estadual a terem um bom desempenho nas redações, as duas alunas redigiram uma carta aberta na qual abordam sobre projetos de vida e técnicas de estudos. “É muito bom poder incentivar outros estudantes a aprimorarem suas redações para atingirem boas notas no Enem e vestibulares”, enfatiza Vitória Lorena. A professora de Redação, Gilnar Couto de Oliveira, ressalta que ler bastante é essencial para a construção de uma boa redação. “A gente só escreve sobre aquilo que conhece e, para isso, o hábito da leitura sobre temas diversos é fundamental”.