Paripe.net

Ligação Lobato-Pirajá da Linha Azul tem tráfego liberado

Imagem Responsiva


O Governo do Estado concluiu as intervenções na ligação Lobato-Pirajá, uma das etapas da Linha Azul, corredor viário que conecta a Orla Atlântica à Orla do Subúrbio Ferroviário de Salvador. Na manhã desta terça-feira (7), o governador Rui Costa realizou a última vistoria da obra, antes de liberar a circulação de veículos no local. Composta por quatro túneis e seis viadutos, essa etapa do projeto contou com  aproximadamente R$ 245 milhões em investimentos.

"Hoje, antes de ir para o gabinete para dar continuidade à luta da Bahia contra o coronavírus, passei aqui nesta importante obra, que passa a ter funcionalidade hoje mesmo. Estamos entregando para o uso da população esses dois túneis, um de entrada e um de saída, que fazem ligação com a Avenida Suburbana. Aqui ao lado, podemos ver a estação de metrô Pirajá. Portanto, esse novo acesso encurta a distância entre toda a região do subúrbio, a BR-324 e a Estação Pirajá. É um grande investimento do Governo do Estado para melhorar a vida do povo de Salvador, especialmente aos que moram na Suburbana", destacou o governador. A obra foi realizada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder). 

Linha Azul

Com um investimento total de R$ 647 milhões, a Linha Azul é um corredor estruturante que começa pela Avenida Pinto de Aguiar e segue por 12 quilômetros, passando pela Avenida Gal Costa, que está parcialmente duplicada, e por esta nova ligação entre o Lobato e Pirajá. A Linha Azul tem pista dupla, dividida em três faixas de tráfego em cada sentido, incluindo um corredor exclusivo em condições de operar pelo sistema BRT (Bus Rapid Transit). Quatro, dos oito túneis presentes no projeto, já foram concluídos.

Quando finalizada, a Linha Azul, que está 79% executada, irá se configurar como uma das maiores avenidas de Salvador, junto com a Paralela (18 quilômetros, inaugurada em 1974) e a Suburbana (14 quilômetros, inaugurada em 1971).