Paripe.net

Jovens do Subúrbio de Salvador recebem certificados de capacitação técnica

Imagem Responsiva


O Programa Semente de Ciência, executado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado (SJDHDS), em parceria com a Associação Voluntários para o Serviço Internacional Brasil (AVSI Brasil), certificou 275 jovens que concluíram os cursos profissionalizantes nas áreas de Suporte ao Usuário de Informática - Help Desk, Construção Civil e Auxiliar Administrativo. A cerimônia aconteceu na tarde desta sexta-feira (29), no São João do Cabrito, Subúrbio Ferroviário de Salvador, no espaço do ginásio do Centro de Educação Desportiva e Profissionalizante (CEDEP).

Presente na cerimônia, o secretário da SJDHDS, Carlos Martins, destacou a importância do Programa no cenário de vulnerabilidade social e econômica da comunidade. Para ele, iniciativas como o Semente de Ciência refletem o compromisso do Governo do Estado com a capacitação técnica da juventude, visando incentivo profissional e oportunidade. "Uma alegria ver tantos jovens que superaram os desafios e concluíram o curso. Essa é apenas uma etapa da jornada. Estamos dando a semente e cada um desses 275 jovens vai semear e construir o próprio futuro, sabendo e acreditando que podem chegar muito longe", afirmou.

A formação culmina com o encerramento do Programa, iniciado em 2011, quando o Governo do Estado, através da SJDHDS, investiu pouco mais de R$ 1 milhão para capacitar aproximadamente dois mil jovens, como Laísa Vitória Silva, 20 anos, que concluiu o curso de Auxiliar Administrativo. "Para mim, é um orgulho e muita alegria. Ter esse certificado nas mãos significa superação, vitória e portas abertas. Aqui eu aprendi muito mais do que numa capacitação técnica: aprendi a me valorizar, a acreditar no meu potencial e trabalhar a minha autoestima. Sei que posso chegar muito longe", disse ela. 

Segundo a assessora estratégica da AVSI Brasil, Joanna Orrico, o Programa gera desenvolvimento para quem mora na comunidade, além de fortalecer a cidadania. "Agrega formação profissional, cidadã e incentiva o olhar para o futuro. Além disso, os jovens que participaram do Programa incentivam outros, mostram que eles têm futuro", comentou.