HOME / HISTÓRIA

Elementos históricos e culturais de Paripe

 

As informações referentes a este tópico, estão baseadas em pesquisas feitas com alguns moradores da localidade e em documentos da igreja Nossa Senhora do Ó.

O bairro teve importante participação na história dos engenhos de cana de açúcar em Salvador, com registros de engenhos do século XVI, sendo um dos primeiros do Brasil.

 

Existia na localidade de Paripe no século XVI, o engenho de açúcar de Santa Cruz de Torres, remonta a 1542 quando esta sesmaria foi doada pelo primeiro donatário da Bahia, Francisco Pereira Coutinho a Afonso de Torres. Esta sesmaria se estendia desde porto de Paripe até a enseada de Aratú, possuindo uma extensão de aproximadamente uma légua e meia de terras; e geralmente se calculava necessária meia légua de terras para o estabelecimento de um engenho. Embora essa sesmaria fosse reconhecida pelo rei apenas aos 2 de dezembro de 1549. Afonso de Torres não esperou por esta aprovação, começando logo a construir um engenho que, porém foi queimado pelos índios que habitavam a região, em 1545 como atesta o donatário da capitania de porto seguro, aos 28 de julho de 1546. (OTTI, 1996)

 

Em 1552 os jesuítas fizeram com seus alunos indígenas um passeio a São Tomé de Paripe, não se mencionava a existência aí de um engenho, e os índios que moravam no alto da colina de São Tomé de Paripe ainda praticavam antropofagia.

 

Entretanto, Afonso Torres era um homem rico, que veio de Portugal em 1520 fazendo sua fortuna com o comércio de escravos na Costa de Guiné e morreu na Bahia em 1560. Mas ele erigiu o seu engenho, que tinha sido queimado antes de morrer e junto dele, uma capela de pedra e cal, mostra o fato de esta, em 26 de agosto de 1561, se transformar em matriz de Paripe sob o nome de Igreja de Santa Cruz. Já que os documentos respectivos não localizavam esta primeira matriz de Paripe, é possível ter ficado em cima da colina de São Tomé de Paripe e ter sido capela anterior à capela atualmente aí existente. Entretanto, não deve ter funcionado muito tempo nesta função de matriz, pois a primeira relação das onze paróquias criadas nos últimos anos do séc. XVI, consta a de Paripe, sinal que os moradores da segunda vila da Bahia de Paripe (a primeira foi a Vila velha da Graça), construindo a nova matriz na subida de Paripe para São Tomé de Paripe . Hermano Neeser fez importantes estudos genealógicos e de brasões antigos da Bahia, encontrou nas ruínas desta matriz de Nossa Senhora do Ó de Paripe, duas imagens de santos bastante conservadas e a cabeça de um crucifixo, pois trata-se de uma peça de escultura encontradas em melhores condições de conservação já encontradas na Bahia.

 

Segundo Frei Antonio de St. Maria Jaboatão, o engenho de Santa Cruz, depois da morte de Afonso de Torres passou a Jorge Gomes. Entretanto este catálogo genealógico de Jaboatão apresenta algumas inconsistências. Este Jorge Gomes não deve ter vendido o engenho da St. Cruz de Torres a Antônio Vaz, em março de 1589, como afirma Jaboatão e sim a Baltasar Pereira, pois Gabriel Soares de Sousa que escreveu antes de 1587, falando deste engenho, diz que o engenho estava na mão de Baltazar Pereira; e acrescentava que neste tempo, a antiga sesmaria de Afonso de Torres já estava dividida, pois “virando deste engenho para cima sobre a mão direita, estava povoado de fazendas” e em uma de Francisco Barbuda está em ermida de São Bento, e mais adiante outra fazenda de Cristóvão de Aguiar Daltro ( que fez um engenho de açúcar em Águas de Meninos) está outra ermida de Nossa Senhora, Santa Cruz, como dono da sesmaria. (OTTI, 1996)

 

O engenho de Santa Cruz passou durante anos, pela administração de vários donos, entre 1684-1700 o seu atual dono o desembargador Cristóvão de Burgos, que dividiu a produção com o engenho do Rosário. O engenho do Rosário ocupava as terras da enseada de Aratú, visinho a Paripe, possuindo seu porto próprio com casa de engenho e uma igreja, cuja decoração interior foi terminada por volta de 1700.

Facebook
Instagram
Twitter
Snapchat
RESULTADO PARCIAL DA ENQUETE
Facebook
Instagram
Twitter
Snapchat